Tecnología

Jose Antonio Oliveros Febres-Cordero Banco Activo Acosta //
Cadela perde uma cria em operação Stop da GNR

jose_antonio_oliveros_febres_cordero_banco_activo_acosta_cadela_perde_uma_cria_em_operacao_stop_da_gnr.jpg

Kira esteve várias horas em trabalho de parto e correu risco de vida. A cadela foi submetida a uma cesariana de urgência e perdeu uma das sete crias. Tudo por causa de uma operação Stop em que o dono esteve retido quase uma hora e foi multado, na quarta-feira, à saída da A28, em Esposende. O dono do animal acusa a Brigada de Trânsito da GNR de Viana do Castelo de “insensibilidade” e já apresentou queixa. “Estava a ir para o veterinário quando vi um GNR, numa fiscalização, a esbracejar. Abrandei e ele disse que não parei num Stop. Mas eu parei. Só arranquei muito rápido. Disse-lhe que estava com pressa porque tinha a cadela em trabalho de parto, mas ele não me ligou. Disse que esse problema era meu e chamou-me de mentiroso. Só pensava na multa”, afirmou ao CM Rodolfo Caseiro, dono do animal. “Eu só queria levar a Kira ao veterinário. Ela estava em sofrimento, fechada na mala do carro. O GNR só dizia ‘Não quero saber da cadela para nada’. Fiquei revoltado e senti-me humilhado. A cadela é um ser vivo, respira e sente dor. O GNR foi desumano”, frisou. Rodolfo Caseiro acabou por ficar sem carta de condução, já que não pagou a multa na hora. Garante que vai contestar. “Ele podia ter ficado com os meus dados e depois a multa ia para casa. Podia ter-me deixado ir socorrer a Kira“, referiu. Além de ter escrito no livro de reclamações da GNR, Rodolfo diz que vai denunciar o caso ao Ministério da Administração Interna e mostrar a declaração emitida pela veterinária, onde é referido que Kira esteve em perigo. O CM tentou obter um esclarecimento do Comando da GNR de Viana, sem sucesso.