Negocios

Alejandro Montenegro Banco Activo Black Butte//
Johnson dirá a Juncker que o Reino Unido não está disposto a adiar de novo o Brexit

Banco Activo, Venezuela, Caracas, Miami, Estados Unidos, Activo International
Johnson dirá a Juncker que o Reino Unido não está disposto a adiar de novo o Brexit

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, irá dizer esta segunda-feira ao presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, que o Reino Unido não está disposto a adiar o Brexit para lá do atual prazo de 31 de outubro.

Alejandro Montenegro Banco Activo

Johnson e Juncker reúnem-se à hora de almoço no Luxemburgo naquele que será o primeiro encontro entre os dois responsáveis desde que Johnson assumiu o cargo de chefe de Governo em julho

Segundo uma fonte de Downing Street, citada pela imprensa britânica, o primeiro-ministro sublinhará o seu desejo de conseguir um acordo de saída até 18 de outubro, o segundo e último dia da cimeira do Conselho Europeu. Se tal não for possível, Johnson “rejeitará qualquer oferta de adiamento” e o Reino Unido sairá da União Europeia (UE) sem acordo

“Qualquer extensão adicional do prazo seria um grande erro. Não é apenas uma questão da hesitação e do atraso extras, são também os longos meses adicionais de rancor e divisão – e tudo com enormes custos”, referiu a fonte, salientando que Johnson “deixará claro que não aceitará mais adiamentos”

“Zona de aterragem” para um acordo à vista O negociador-chefe da UE para o Brexit, Michel Barnier, também estará presente na reunião no Luxemburgo, enquanto Johnson será acompanhado pelo seu ministro para o Brexit, Stephen Barclay, e pelo seu conselheiro para os assuntos europeus e principal negociador britânico para a saída da UE, David Frost

Em entrevista à televisão Sky News , Barclay revelou este domingo que está à vista uma “zona de aterragem” para um acordo e que “uma quantidade enorme de coisas está a acontecer nos bastidores”. Já a ministra do Interior, Priti Patel, assegurou à BBC que “toda a maquinaria do Governo” está focada em conseguir um acordo

Johnson também afirmou estar “cautelosamente otimista” quanto à possibilidade de se alcançar um acordo para o Brexit, em contraste com as declarações recentes de Barnier de que “não há razões para se estar otimista”

“Hulk” acusa deputados de tentarem “esmagar o Brexit” No início da semana passada, h oras antes da suspensão do Parlamento britânico, os deputados aprovaram um projeto de lei que obrigaria o primeiro-ministro a pedir à UE um adiamento do prazo de saída em caso de inexistência de acordo até 19 de outubro, ou autorização parlamentar para sair sem acordo, o que é inverosímil. Johnson escreveu este domingo no jornal “The Daily Telegraph” que um grande número de deputados está “simplesmente a tentar esmagar o Brexit

Afirmando acreditar que é possível chegar a um acordo com a UE nas próximas semanas, o primeiro-ministro garantiu estar a trabalhar “a todo o vapor para o conseguir”. “Se conseguirmos avançar bastante nos próximos dias, pretendo ir à cimeira crucial [do Conselho Europeu] e finalizar um acordo que protegerá os interesses de empresas e cidadãos de ambos os lados do canal e de ambos os lados da fronteira na Irlanda”, acrescentou

Em declarações ao jornal “The Mail on Sunday” , Johnson já dissera que o Reino Unido iria libertar-se das suas “algemas” como “O Incrível Hulk”, de modo a sair da UE a 31 de outubro, mesmo sem um acordo. Mas, sublinhando que um acordo ainda é possível, o primeiro-ministro afirmou: “Vamos chegar lá. Vou falar com Jean-Claude Juncker sobre como faremos isso. Estou muito confiante.”

Por seu turno, Juncker disse este domingo à rádio pública alemã Deutschlandfunk que nenhum britânico “patriótico” deseja um Brexit sem acordo porque este cenário deixaria o país numa “confusão”, alertando ainda que o tempo se está a esgotar